Buscar
  • Igor Kondrasovas

Software para Orçamento de Corte de Chapa


Você já deve ter ouvido falar bastante sobre softwares de planos de corte são úteis para reduzir o tempo de fabricação e o desperdício de material.

O que pouco se fala é sobre a utilidade destes programas para ajudar na criação de orçamentos e no cálculo dos custos de fabricação.

Neste artigo vamos discutir como os software de planos de corte podem ajudar na elaboração de orçamentos, simplificando tarefas e eliminando as chances de erros no cálculo dos materiais e operações envolvidas.

Preço não se Discute

É verdade. Cada empresa possui a sua própria estratégia de formação de preço. O nosso objetivo é ajudar você a conhecer os custos de materiais e das operações. Assim você terá um ponto de partida para a formação do preço.

Planilhas para fazer orçamentos existem aos montes, algumas gratuitas para venda online. As estratégias para formação do preço de venda também possui vasta literatura.

Não importa qual a forma que você utiliza para definir o preço para seus clientes, o fato é que você precisa saber quanto material vai utilizar e quanto tempo vai levar. A partir daqui que se derivam as outras informações.

Planos de Corte Ajudam nos Orçamentos

A maioria dos softwares de nesting ficam instalados próximos a máquina que faz o corte, lá no chão de fábrica. Convenhamos que ali não é o lugar mais adequado para se fazer um orçamento comercial, não é mesmo?

Enquanto a máquina estiver trabalhando, o software não pode ser utilizado para mais nada. Além disso, o licenciamento tradicional requerer licenças para cada computador, o que aumenta os custos para se utilizar o software em diversas estações de trabalho.

"O que acontece é que na maioria das empresas, os software de planos de corte estão lá no chão de fábrica, longe do dia a dia de quem faz orçamentos. E isto não deveria ser assim."

Assim, os orçamentos na maioria das empresas acaba sendo impreciso, porque não se contabiliza a quantidade correta de material, o tempo de produção e o custo de todas as operações.

O plano de corte deve ser uma ferramenta de vendas e estar presente desde o início. As informações devem fluir em tempo real entre o orçamento, o planejamento da produção e o processo de compras.

Automação dos Orçamentos

A nossa visão é que os orçamentos devem ser feitos de forma automática e sem complicação. E a primeira etapa é fazer o cálculo correto dos custos de materiais e operações envolvidas.

A maioria dos orçamentos infelizmente não converte em vendas, por isso é importante que ele seja feito rapidamente, mas com precisão. Pois ao ser aprovado, precisa ser executando dentro do custo estimado.

A imagem a seguir mostra um exemplo de cálculo dos custos de materiais e operações. Observe que na seção "Custos dos Materiais" estão exibidos os custos de cada chapa, de cada material utilizado no projeto.

Caso as peças possuam acabamentos especiais, como fitas de borda por exemplo, elas também aparecerão nesta seção.

Já na parte inferior, onde encontramos os "Custos das Operações" observamos os custos associados a mão de obra. Você pode desmarcar a coluna "incluir" de qualquer um destes custos para removê-lo do seu orçamento.

Observe que estes valores são calculados de forma automática. Para isto acontecer, a única operação necessária foi lançar no sistema as peças que serão cortadas, com suas dimensões (largura e comprimento) e a quantidade a ser produzida. Depois, com o plano de corte feito, estas informações são geradas imediatamente.

Configurando o Forma de Calcular

Se algum dos custos de operações não se aplicar a sua realidade, você pode removê-lo dos cálculos simplesmente desmarcando o campo "incluir" e o valor será atualizado automaticamente.

É importante saber que você pode alterar a "unidade" de cada custo de operação. Por exemplo: Talvez a sua empresa faça o orçamento com base no deslocamento total da ferramenta de corte ao invés do numero de operações de corte.

Geralmente as empresas que fazem corte com máquinas CNC contabilizam o deslocamento da ferramenta de corte. Já as empresas que utilizam serras e guilhotinas costumam orçar o número de operações de corte.

Neste caso, basta acessar as configurações e fazer as alterações desejadas. A imagem a seguir mostra esta tela de configurações, onde é possível modificar as unidades e custos das operações.

Venda Melhor

Agora você terá mais tempo para investir nas vendas, acompanhando seus clientes e orçamentos ao invés de perder tempo com contas repetitivas.

Quando o orçamento for aprovado, você terá o plano de corte já pronto para enviar a produção ou ao seu prestador de serviço de corte. Conseguirá acompanhar de perto o trabalho, pois já sabe quanto material vai utilizar e garantir que tudo esta caminhando bem.

Se existir algum custo que você utiliza mas não encontrou no Otimize Nesting, fale com agente.

Ajude-nos!

Compartilhe este artigo com seus amigos por email ou pelas redes sociais. Agradecemos muito!

#orçamento