Buscar
  • Igor Kondrasovas

Etiquetas para Rastreabilidade das Peças


Os micro e pequenos fabricantes que precisam avançar na organização da produção, podem começar a fazer a identificação das peças produzidas para implementar a rastreabilidade da produção.

LEIA Também: Por que não posso imprimir diretamente para minha impressora de etiquetas?

Digamos que a identificação é o "passaporte" para a rastreabilidade e o controle do que acontece com as peças produzidas. Com uma simples etiqueta adesiva que custa centavos de Reais e que pode ser impressa por impressoras cada vez mais acessíveis, o investimento colocará a gestão da produção para um próximo nível.

O primeiro ganho direto ao se identificar unicamente as peças produzidas, é a redução dos erros. O ideal é identificar as peças na chapa antes mesmo de serem cortadas, para que elas já sejam empilhadas com identificação adequada evitando trocas na etiquetagem.

Avalie qual o custo em termos de tempo, material, mão de obra e desgastes com clientes quando uma peça incorreta é levada até o cliente ou próximo estágio da produção. Muitas vezes montada de forma incorreta e comprometendo grande parte do trabalho.

O vídeo a seguir mostra uma célula de corte de painéis da WEEKE, capaz de colar as etiquetas das posições das peças antes do corte.

Obviamente você não precisa de um equipamento deste nível para começar a identificar as peças, mas observe a importância deste trabalho até mesmo para uma linha de produção tão automatizada, onde nada parece poder dar errado.

Uso do Plano de Corte na Etiquetagem

Você até pode imprimir a lista de peças a partir da ordem de produção ou do orçamento aprovado, mas terá um grande problema operacional para colar cada etiqueta impressa na sua posição correta.

Imagine-se por um instante na frente da chapa com uma lista de centenas de etiquetas impressas e ter que saber qual etiqueta vai em qual chapa e em que posição. Difícil, né?

Com o auxilio de um software de planos de corte, as etiquetas podem ser impressas agrupadas chapa à chapa na ordem que serão cortadas. Esta economia de tempo é enorme e muitas vezes é o que desmotiva este trabalho.

Quais Informações Colocar na Etiqueta?

Não existe resposta certa para esta pergunta. Mas nós vamos nos arriscar aqui e recomendar que a etiqueta contenha o mínimo necessário para identificar a peça entre todas as outras da fábrica.

Por exemplo, você pode utilizar uma combinação que envolva a ordem de produção mais o código da peça e um número de sequência (para peças iguais).

Além da identificação única, a etiqueta pode ainda conter:

  • Largura e comprimento

  • Material da chapa

  • Acabamentos como fitas de borda

  • Furações

Para ambientes mais informatizados, recomendamos o uso de um código de barras. Assim, com um leitor apropriado você pode consultar informações detalhadas a qualquer momentos utilizando apps para smartphones. Também pode utilizar estes dispositivos para fazer apontamentos de produção como:

  • Conferência de chapas;

  • Conferência de produção;

  • Conferências de expedição;

  • Cadastro de sobras.

#etiqueta #montagem #produção #peças #códigodebarras #rastreabilidade

Posts recentes

Ver tudo

Experimentar Novamente

Você pode se inscrever no Otimize Nesting utilizando seu endereço de e-mail apenas uma única vez. Caso tente fazer uma nova inscrição com um endereço de e-mail já utilizado anteriormente, um erro irá