Buscar
  • Igor Kondrasovas

Mapeamento do Fluxo de Valor - Parte 4


Mapeamento do fluxo de valor é um método da produção enxuta para analisar a situação atual e projetar uma situação futura para uma séries de eventos que acontecem com um produto ou serviço desde o início até o cliente. Na Toyota, é conhecido como "mapeamento do fluxo de materiais e informações". Pode ser aplicado em praticamente qualquer cadeia de valor.

Para fazer o mapeamento do fluxo de valor:

1 - Identifique qual o objetivo da sua analise. Pode ser todo o processo de fabricação de um produto ou talvez seja algum ponto específico identificado em um evento Kaizen.

2 - Enquanto estiver na fábrica, faça um esboço do fluxo de valor atual que mostre como as coisas estão sendo feitas atualmente. Este mapa deve mostrar todas as etapas, atrasos e fluxo de informações necessárias para completar o produto ou serviço.

Observe que isto pode ser tanto o fluxo da produção descrevendo a matéria-prima para o consumidor, um fluxo que desenhe um conceito até o lançamento ou qualquer outro tipo de processo que você quer analisar ou otimizar.

Existem símbolos padrão disponíveis para simplificar o desenho do mapa de fluxo de valor.

3 - Analise o mapa do fluxo de valor criado para decidir quais são as oportunidades de melhoria que podem ser feitas eliminando o desperdício.

4 - Desenhe um novo mapa de fluxo de valor que reflita mudanças que irão reduzir o desperdício identificado.

5 - Engaje o time para implementar este novo mapa.

Geralmente leva mais tempo para falar sobre o mapa do que efetivamente criá-lo. Para algumas pessoas é a prova de que uma imagem vale mais do que mil palavras. O mapeamento do fluxo de valor faz com que todos pensem sobre os mesmos termos and dá algumas referências ao se discutir as melhorias.

Como fabricantes, sabemos que é praticamente impossível fazer uma peça sem um desenho. Então o mapa do fluxo de valor é bastante natural, uma vez que adotado.

A figura a seguir mostra um exemplo típico com simbologia padrão:

Em muitos casos, pelo simples fatos de ter um mapa que todos podem ver, irá desbloquear a produtividade e fazer o processo ser mais repetido.

Um mapa de fluxo de valor com fluxo verdadeiramente continuo não necessita de estoque entre as etapas do processo. Estes fluxos são raros, então lidamos com estoques e passos que levam tempos distintos. A produção enxuta cuida disso de duas maneiras:

Primeiro, o fluxo deve ser "puxado" e não "empurrado". Empurrar é uma necessidade oriunda da "puxada". Puxar nada mais é do que partir do cliente, sinalizando a necessidade de saída das etapas de produção anteriores. Falaremos mais sobre produção "puxada" no futuro.

Segundo, a produção enxuta analisa o chamado "takt time", que é um estudo da medida ou ritmo dos fluxos com um entendimento mínimo das relações entre si, fazendo o fluxo mais contínuo. Novamente, falaremos sobre o "takt time" mais para frente.

Simbologia Padrão

Ao lado direito estão alguns dos símbolos gráficos obtidos do diagrama acima:

Ícone do cliente/fornecedor

Ícone do um processo, operação, máquina ou departamento no qual o material flui.

Ícone de caixa de dados. Reúne dados importantes para análise do sistema.

Estoque: Exibe o nível de estoque entre dois processos.

Flecha de empurrar. Representa o "empurrar" do material de um processo para o próximo.

Ícone de envio externo. Representa a logística externa tanto de clientes como fornecedores.

Fluxo de informação: Este defino o fluxo de informação eletrônica. Uma flecha reta representa fluxo manual de informações.

Existem muitos outros símbolos nos mapas de fluxo de valor que podem ser obtidos de diversas fontes, como este curso universitário ou do site da Strategos. Você também pode utilizar um software para ajudar na criação dos diagramas. Por exemplo, templates para o mapa de fluxo de valor estão disponíveis no software Microsoft Visio.

Conclusão

Por agora, você deve saber como criar um mapa de fluxo de valor de qualquer processo que queira otimizar. Eles não são obrigatórios, mas uma ferramenta adicional para ajudar na analise e melhorar os processos produtivos.

Você pode utilizar um software ou um quadro branco para criar os mapas, pelo menos até que todos estejam na mesma página e tenha capturado o processo que você quer modelar.

Se estiver fazendo o Kaizen, tente incorporar alguns mapas de fluxo de valor nos eventos Kaizen. Você ficará surpreso com eles podem ajudar. Este artigo apenas arranhou a superfície. Existem uma variedade de artigos com um passo a passo na internet.

O próximo artigo da nossa séries sobre produção enxuta é sobre o trabalho padrão e Takt Time. O conceito de trabalho padrão é muito complementar ao Kaizen.

Ajude-nos!

Se você gostou deste artigo, compartilhe com seus amigos por email ou clique em um dos botões de compartilhamento. Nós ficamos muito gratos!

#fluxodevalor #mapa #producaoenxuta