Buscar
  • Igor Kondrasovas

O que é Software de Nesting?


Nesting poderia ser definido como "aninhamento". Apesar de também ser muito curioso, o aninhamento que falamos aqui não tem nada a ver com a construção de um ninho de passarinho.

A nossa discussão aqui na ótica da fabricação é aninhar as peças que vão ser cortadas o mais próximas umas das outras para eliminar o desperdício de material, e poupar dinheiro.

O Que é Nesting?

No mundo do corte e conformação de chapas, nesting significa dispor os padrões de corte para minimizar a perda da matéria prima.

Mas não é só isso. Atualmente, além da economia de matéria prima, precisamos nos preocupar com o tempo de corte das peças, trabalhando para que ele seja o menor possível.

Por Que Se Preocupar com o Nesting?

Não importa que tipo de fabricante você seja, poderá utilizar o nesting como ferramentas para possibilitar produzir mais peças, economizar dinheiro e obter mais lucro.

Talvez você seja um projetista que queira reduzir os custos de produção e desperdiçar menos material. Ou talvez você venda peças prontas cortadas a laser. Conseguir reduzir o custo unitário aumentará seus ganhos.

Até mesmo fabricantes casuais podem se beneficiar do nesting. Além de poder aumentar seus ganhos, poderá economizar espaço para adicionar mais um ou outro produto, criando um pequeno estoque.

Devido ao nesting maximizar o uso do material, existe menos desperdício. E cada centímetro de material que não é jogado fora é melhor para o ambiente.

Como o Nesting Pode Economizar Meu Dinheiro?

Quando é feito o corte de chapas, o preço pago é determinado por dois fatores:

1 - Custo do Material

Esteja você cortando apenas uma ou um lote de cem peças, vai pagar pela chapa inteira. Se você conseguir colocar mais peças na mesma chapa, o custo por peça vai ser reduzido.

Talvez você perceba que pode utilizar um tamanho de chapa menor, depois que fizer o nesting das peças.

2 - Custo de Máquina

Tempo de máquina = Custo de Fabricação. Quando mais tempo levar para cortar um projeto, maior o preço. Ao manter as peças mais próximas, reduz o tempo de deslocamento da ferramenta de corte, tornando o processo de corte mais rápido.

Se o projeto inclui peças com linhas retas, elas podem ser dispostas próximas umas das outras de forma que ambas são cortadas de uma só vez ao invés de duas vezes.

O nesting permite que você seja mais eficiente na forma em que a máquina fará o corte. Mais eficiência = Maior economia.

Como Utilizar o Nesting de Forma Profissional?

Encontrar o melhor layout para o corte das peças é como construir uma casa. Pode ser feito de diversas formas. Mas qual maneira tem o custo mais eficiente?

Por exemplo, você pode fazer o nesting manualmente ou pode utilizar ferramentas de software para fazer o nesting automático.

1 - Nesting Manual

Como o nome sugere, nesting manual significa que você vai ter que editar o seu projeto em software de desenho (CAD), movendo as peças até que encontre um arranjo que ocupe o mínimo de espaço. É um pouco de tentativa e erro. Vá movendo as peças até encontrar uma combinação que faça sentido para você.

O nesting manual é geralmente recomendado para projetos pequenos com peças retangulares ou em quantidades que você consiga dispor em forma de um grade.

Observe na imagem abaixo o quanto mais eficiente pode ser um nesting, apenas fazendo um melhor agrupamento das peças entre si.

Além do mais, compartilhando as arestas das peças obtém-se um menor tempo de produção.

Padrões como estes hexágonos são visualmente intuitivos e simples, então provavelmente uma ferramenta de nesting automático nem seja necessária.

Mas então vamos utilizar um outro exemplo com mais peças diferentes em quantidades diferentes, conforme a imagem abaixo.

Fica mais difícil perceber se seria possível adicionar por exemplo mais peças nesta chapa. Quantas e de qual geometria seria possível adicionar? Quanto tempo levaríamos para saber se isto seria possível ou não?

Vantagens do Nesting Manual:

  • Gratuito;

  • Ideal para projetos simples com linhas paralelas;

Desvantagens do Nesting Manual:

  • Pode levar muito tempo;

  • Quanto maior a quantidade e formatos diferentes de peças, o nesting fica mais complexo;

2 -Nesting Automático

O computador joga Tetris melhor do que você.

Ou seja que ele pode encontrar espaços para encaixar peças umas nas outras, sem deixar espaços vazios, com eficiência invejável.

Este poder computacional de se fazer milhares de combinações deve ser utilizado à nosso serviço.

Geralmente o nesting automático é muito mais rápido do que o nesting manual, e os algoritmos computacionais são melhores em fazer um bom aproveitamento do material.

Eles podem rotacionar ou espelhar as peças no meio dos cálculos e geralmente entregam resultados melhores e em menor tempo.

Os softwares de nesting automático oferecem também alguns recursos que facilitam o seu dia a dia, como manter seus desenhos agrupados em uma espécie de projeto, onde você define a quantidade de cada peça a ser produzidas, sem a necessidade de fazer isto manualmente.

Depois, pode fazer em um mesmo projeto, o nesting de diversos materiais ao mesmo tempo, organizando o trabalho. Posteriormente é possível exportar o resultado do nesting para um arquivo DXF que será utilizado na programação das máquinas de corte.

Também é possível definir limites ou margens para a chapa, configurar a distância mínima entre as peças, qual o grau de liberdade para a rotação, peso do material, custos e outras informações para facilitar o trabalho.

Economia de Material Nem Sempre é Tudo

Até agora, e na maioria do material disponível, falamos como se o único objetivo do nesting era economizar a quantidade de chapas.

Nas existem outro objetivos que competem entre si e que podem ser ajustamos conforme a realidade cada empresa. Dependendo do material que é cortado, o custo da mão de obra é superior ao custo do material. Neste caso o que se pretende é reduzir a quantidade de operações de corte.

Por exemplo, alguns materiais permitem que sejam cortados na forma de um "sandwich" com uma chapa sobre a outra. Neste caso, ter planos de corte idênticos em um projeto é mais vantajoso do que um nesting com aproveitamento supeiror.